Cidalemos's Blog

Arte de amar

Posted on: 2010/07/12

 

Nada termina definitivamente. Nada se extingue para sempre – menos ainda as dificuldades: por essa razão, procure sempre a sabedoria.

Valor
Muitos de nós vivem uma situação de amor mentirosa por toda a vida. Embora compreensível, é espantoso o sofrimento que essa mentira acarreta. Abrir-se para a verdade não é fácil, mas tem o dom de criar possibilidades de experiências e crescimento, além de aliviar-nos do pesado fardo da mentira.
 
Prática
Nos momentos em que a dor dos conflitos amorosos estiver mais forte, contemple silenciosamente o mar, ao vivo, numa foto, ou simplesmente através da imaginação. Mergulhe profundamente nessa visão. Após alguns instantes, você se sentirá fortalecido e calmo.
 
Inocência
Encaminhamo-nos para o amor com opiniões e formas de sentir não genuinamente nossas e tentamos impô-las ao outro. O amor, no entanto, não aceita essa imposição e só revela sua verdadeira face quando abandonamos o falso e permitimos que brote o autêntico.
 
Prática
Reproduza na memória o momento em que viu pela primeira vez a pessoa amada e sentiu o toque do amor. Contemple essa imagem e afaste da lembrança os acontecimentos posteriores. Você reencontrará o encanto perdido.
 
                                   FIZ ESTE VERSO A MINHA QUERIDA FILHA
 
                                     “Onde você esta? A  voar?
                                     bate as asas da liberdade,
                                  mas pare para se encontrar,
                                     se na liberdade encontrar,
                                                    encontrar se irá,
                  isso se souber o que estas à procurar  
                                                 (Cida Lemos)
                                                                                                                                       
 
 
 
Demonstrar afeto é…
“Em vez da noção de comunidade e da senção de fazer parte de um grupo, encontramos um alto grau de solidão e perda de laços afetivos. O que gera essa situação é a retórica contemporânea de crescimento e desenvolvimento econômico, que reforça intensamente a tendência das pessoas para a competitividade e a inveja. E com isso a percepção da necessidade de manter as aparências, que por si só, formam uma importante fonte de problemas, tensões e infelicidade. Considero que a espiritualidade esteja relacionada com aquelas qualidades do espírito humano – tais como amor e compaixão, paciência, tolerânica, capacidade de perdoar, contentamento, noção de responsabilidade, noção de harmonia – que trazem felicidade tanto para a própria pessoa quanto para os outros.”
 
 
                   
“O homem que busca a fama, a riqueza e os casos
       amorosos é como uma criança que lambe mel
                                         na lâmina de uma faca…”
                                         (Buda Sidarta Gautama)
 
 
“Você pode buscar a paz em qualquer lugar. Mas só irá
                 encontra-la na verdade da qual está fugindo”
 
 
                “Um amigo insicero é mais temível que um
  animal selvagem. A fera pode ferir-lhe o corpo, mas
                         o mau amigo pode lhe ferir a mente”
                                             (Buda Sidarta Gautama)
 
“No início da vida, não nos expressamos com palavras,
             mas em um dado momento, todas as palavras
                                ja não conseguem nos expressar”
                                                (Buda Sidarta Gautama)
 
 
        “Inútil vencer, numa batalha, milhões de homens.
                      Vencer-se a si mesmo é a maior vitória”
                                               (Buda Sidarta Gautama)
 
 
Alguns Portais das Leis maravilhosas.  (Buda Sidarta Gautama)
 
Pensamento puro, afasta a ganância, raiva e ignorância.
 
Benevolência, faz com que todos os seres façam o bem.
 
Necessidade da verdade, promove uma mente pura.
 
Alegria, é o resultado de uma mente tranquila.
 
Crença correta, mantém a mente firme.
 
Felicidade, elimina a infelicidade.
 
Timidez, extingue os males externos.
 
Honestidade, previne decepção própria.
 
Gratidão, promove bondade.
 
Retribuição de bondade, não engana os outros.
 
Bem feitoria a todos os seres, previne contra ofensa a outros.
 
Controle do orgulho, devolve sabedoria.
 
Ausência de mente má, protege a si mesmo e os outros.
 
Livre de enganos, evita que dúvidas surjam.
 
Crenças e compreensão, são as bases da Iluminação.
 
Conhecimento , previne contra tirar a vida.
 
Amizade, previne contra a raiva. 
  
                                                 (Buda Sidarta Gautama)
 
 
                    “Ha um centro em todos os seres, onde a
                      verdade habita com toda sua plenitude”
                                              (Buda Sidarta Gautama)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: